3.6 Trilhos dos Pernetas - Edição Bininho


Como contei aqui, no dia um  participei pelo segundo ano consecutivo em mais uma edição dos Trilhos dos Pernetas.
Este ano e comparativamente com o ano passado, o percurso foi mais duro.
Andei dois dias com dores de pernas.
A prova 
Como referi no post anterior inscrevi-me nos 12 km.
Cheguei a Canedo na companhia de uma colega do Running Espinho cerca das 9.15h para levantar o dorsal; a seguir fui tomar um café e depois dirigimos para o local da partida onde encontramos e demos dois dedos de conversa com colegas destas andanças, inclusive um dos responsáveis da Organização.
Pelas 10:00h foi dada a partida. Comecei como sempre a um ritmo moderado, apesar da descida inicial e sempre que era possível e conseguia aumentava o ritmo.
Perto do primeiro abastecimento, cerca dos 5km, tive que abrandar pois senti-me um pouco fraca mas após o abastecimento recuperei e segui novamente percurso .
Após o segundo abastecimento encontrei colegas do Running Espinho, que estavam a fazer os 18km e segui com eles acabando, também, por fazer o mesmo número de quilómetros em 2h17m.
Seguiu -se a entrega de prémios e medalhas, a sande e a preta, sim este ano havia cerveja preta.
Foi uma prova dura com excelentes momentos de  convívio e diversão.
A organização está de parabéns e eu para o ano quero voltar!



2 comentários

Carlos Cardoso disse...

Ahhh … a gozar com o Perneta-Mor no fim … deixa-te andar ;)
Vais voltar se houver ;)
Beijinhos

O Mundo da Pequenita disse...

Se houver? Dia 1 de Maio já não é dia sem os Trilhos dos Pernetas 😉
Beijinhos